quinta-feira, 12 de março de 2015

Vinte e Poucos Anos - Conto na Revista Bestiário


Eu tinha vinte e poucos anos e acreditava em muitas coisas. Estudava Jornalismo, tomava o trem diariamente. Lia e escrevia um bocado. Já me arriscava na Literatura e, assim como hoje, não era levado à sério - talvez, por rir demais de mim mesmo.

Nesse época, lembro que gostava muito da revista eletrônica de contos Bestiário - que, infelizmente, não existe mais, circulou na internet de 2004 a 2007. Conheci muitos autores graças a ela. Como a Bestiário também publicava inéditos, resolvi tentar a sorte.

Meu conto, Júpiter, foi publicado na edição 24, em maio de 2006. Um amigo esbarrou no texto, dia desses, e me enviou. Tive o trabalho de reler. Foi engraçado, como rever aqueles álbuns empoeirados de família.

Não sou de reler meus textos depois de concluídos - nem meu romance eu reli. A conclusão que cheguei é que Júpiter não está mal escrito. É certo que melhoria algumas coisa aqui e ali, mas é melhor deixar as coisas como estão.

Neste link dá para acessar o conto (o site segue no ar) http://www.bestiario.com.br/24_arquivos/jupiter.html